Top30 Os melhores sites da Internet

 

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘pirataria’

Tópicos recentes

Megaupload é banido por acusação de lavagem de dinheiro, crime organizado e pirataria online

Pelo visto os Estados Unidos já está querendo colocar em prática o “Projeto SOPA” (Stop Online Piracy Act = Lei de Combate à Pirataria Online) no país. O site alvo de fechamento foi o Megaupload, um dos maiores sites de compartilhamento de arquivos da internet. Com 150 milhões de usuários cadastrados e 50 milhões de visitas diárias.
O Megaupload.com foi fechado na ultima quinta-feira (19) pelas autoridades americanas, pela acusação de pirataria online de filmes e músicas, estimando um prejuízo de US$500 milhões a indústria do ramo. Dessa forma, outras acusações pesam contra o site, como: lavagem de dinheiro e crime organizado. Além do Megaupload, mais de 18 sites relacionados também foram banidos.
Segundo acusações, o fundador do Megaupload, Kim Dotcom, e sua equipe teriam conseguido mais de 175 milhões de dólares a partir de atividades ilegais e devem cerca de 6 bilhões de dólares em direitos autorais.
De acordo com o Departamento de Justiça, essa operação foi o maior caso de crime de quebra de copyright que já aconteceu nos Estados Unidos. Kim Dotcom e mais seis pessoas foram presas nesta operação.
Para ler o processo na íntegra clique aqui.

 
Continuar Leitura

Tags:Tags: , , , ,

Pirataria Virtual: Países estão adotando/aprovando lei contra a pirataria na web

A gente sabe que a pirataria é crime, mas que no mundo virtual o compartilhamento de músicas, filmes, livros, etc., ocorrem a torto e a direita.

Diante disso, no segundo semestre de 2011, que atualmente está tramitando em votação, uma nova lei foi sugerida pelos políticos dos Estados Unidos, a Stop Online Piracy Act (conhecida pela sigla SOPA). A lei prevê o bloqueio do acesso a qualquer site que tiver um link que permita que o usuário faça downloads ilegalmente.

Na Espanha o governo já aprovou uma lei do mesmo segmento, e que entrará em vigor nos próximos meses. A lei prevê o fechamento de sites que possibilitem o compartilhamento de arquivos protegidos por direitos autorais na internet. A punição não afeta usuários, somente prestadores do serviço irregular. A lei foi batizada como “Sinde”, que vem ser o nome da ministra da cultura que inventou o projeto.

Claro que grandes empresas como gravadoras, produtoras cinematográficas, inclusive de jogos eletrônicos concordam com o projeto de lei, porém, grandes gigantes da web são contra a alteração legislativa, como: Facebook, Wikipédia, Amazon e Google.

E como protesto ao Stop Online Piracy Act - o “SOPA” -, as três empresas mais bem sucedidas da rede mundial, Facebook, Google e Amazon, anunciaram a intenção de “desligarem-se” por um dia. Já imaginou isso?

Para saber mais detalhes sobre a lei, clique aqui!

Mesmo com a aprovação da lei em diversos países, será que isso seria possível?

E você? Está acompanhando o SOPA? Qual sua opinião sobre o caso?

 
Continuar Leitura

Tags:Tags: , , , , , , ,

GPS: Pirataria Nesse Setor Invade o Mercado Brasileiro.

piratariaAtualmente se falsifica tudo e o mundo da pirataria cresce de uma forma avassaladora. De parelhos mais simples até os mais complexos, não importa o grau de dificuldade para os pirateiros de plantões, para tudo se dá um jeito. Em uma batida da Policia, se descobriu mais um novo perigo, o GPS Paraguaio.

O aparelho original facilita a vida de muitos motoristas, já a máquina pirata põe em risco a vida de quem confia nela. Já imaginou você comprar um GPS e programar uma rota em determinado lugar, e ele te levar a um local totalmente diferente? E o que pior, lugar de perigo, como por exemplo, uma favela. Que desespero não seria hein?

Os preços mais em contas em comparação com ao original estão levando muitas pessoas a optarem pelo GPS pirata, deixando assim que a falsificação nesse setor invada o mercado brasileiro. Um exemplo disso são pessoas no Rio de Janeiro que por escolherem um GPS mais barato, o aparelho faz uma rota diferente e acabam levando-as para conjunto de favelas super perigosas da cidade. Alguns até sendo atacados por traficantes, sendo feridos ou assaltados, ou seja, o barato acaba saindo caro.

mio_gps_group70-fullA comercialização de GPS está em expansão tanto no exterior como Brasil. Pra se ter uma idéia só em 2008 foram vendidos 41 milhões de GPS no mundo. Este ano aqui no Brasil já foram vendidos nas lojas 350 mil.

Os fabricantes de GPS no Brasil estimam que a cada 10 GPS vendidos no comércio, pelo menos 5 possuem informações distorcidas de mapas. De acordo com estes fabricantes isso se dá devido à invasão da pirataria que alastrou no mercado.

De acordo com especialistas o GPS pirata distribuído no Brasil estaria sendo importado do Paraguai, tanto o aparelho como o programa dos mapas. Porém, algumas empresas importam o GPS de forma legal e depois pirateiam apenas os programas dos mapas. Dessa forma, o preço cai bastante, chegando a ficar pela metade. Mas o que se pode perceber é que não funcionam corretamente. “Não se consegue atualizar o produto. Ele bloqueia, trava. Quem adquire vê que não funciona direito”, afirma o diretor da empresa que atualiza GPS Marcelo Bittencourt.

GpsMas para não cair nessa façanha e comprar gato por lebre, fabricantes dão uma dica de como identificar um GPS pirata. “Quando se liga o GPS, se não mostrar o nome da empresa que está vendendo o produto, pode afirmar que ele é pirata”, aconselha Marcelo Bittencourt.

Comprar ou vender produtos piratas é crime! A receita federal comunicou nesta quarta-feira (18) que intensificou o combate a pirataria em todos os estados brasileiros. Já que até julho deste ano foram confiscados quase 800 milhões de mercadorias em todo o Brasil, inclusive nesse meio estão os programas piratas para GPS.

Portanto, fique atento (a) antes de obter um GPS. Pois comprar um aparelho pela metade do preço, posteriormente te levar a estresses e até mesmo comprometer sua vida, melhor é pagar por algo mais caro um pouco, trazendo-lhe informações corretas e destinos na qual se foi programado.

 
Continuar Leitura

Tags:Tags: , , , ,

Pirataria – Geram Milhões de Prejuízos as Empresas

eco_pirataria_01Sabe-se que a pirataria está presente em vários aspectos e diversos segmentos na sociedade em que vivemos. E que a pirataria se caracteriza pelo clássico ato de reprodução, cópia, venda ou distribuição de material sem o pagamento lícito dos seus direitos autorais a devida marca ou de propriedade legal a certa pessoa ou indústria, ou seja, adulterar qualquer tipo de produto, utilizar qualquer marca ou imagem protegida por direitos autorais é violação da lei, caracterizado pelo crime da pirataria.

Diversos fatores estimulam a prática da pirataria, principalmente a grande diferença de preço do produto original com o pirateado. É de praxe encontramos em camelôs uma gama de CDs e DVDs, até mesmo aqueles filmes que estão em lançamento e já encontramos nas banquinhas. Mas não para por aí! Hoje a variedade é bem maior, encontramos roupas, softwares, hardware, celulares, enfim, vários tipos de mercadorias. Com isso, gerando grandes prejuízos para quem oferece o produto original.

A Apple é uma quem tem sofrido ultimamente com a falsificação do seu iPhone. A China tem caprichado na pirataria dos iPhones, deixando super parecidos com os originais e sem sombra de dúvida com preços bem mais baratos. E não é apenas esse produto que anda sendo pirateando, sendo fabricado, vendido na China e diversos países, inclusive no Brasil. O N97 da Nokia é outro produto que faz sucesso no ramo da pirataria. Existe até um termo chinês que virou sinônimo de termo copiado, os chamados “shanzhai”.

1china_iphone_frontsx535 copyE hoje a pirataria anda tão avançada, que fica cada vez mais difícil identificar o original do falsificado. Porém, por mais que a semelhança seja enorme, no caso do iPhone Shanzhai não possui todas as funcionalidades contidas no iPhone da Apple, inclusive problemas técnicos causados por explosões de bateria. Os iPhones originais custam cerca de 580 dólares, enquanto os shanzhai custam a partir de 90 dólares, quanta diferença hein? Por conta disso, no ano passado a China fabricou 150 milhões de aparelhos ilegais no país, já que a procura foi enorme.

À vontade por ter um produto de grife, de alta qualidade ou do que está na moda, fazem com que muitos consumidores sejam co-participantes desse crime. Devido à grande vantagem aparente do produto original do pirateado ser realmente o preço envolvido, fazem com que muitos continuem a essa prática.

Porém, como foi dito anteriormente em muitos casos o ditado “barato sai caro” está presente em vários casos. Pois em termos de qualidade, desempenho, funcionalidade, durabilidade, garantia, assistência técnica, e vários outros aspectos essenciais, vale muito mais adquirir um produto original do que um produto pirateado, já que os benefícios posteriores serão maiores.

E não esqueça, pirataria é crime! Não seja um colaborador para o seu crescimento!

E você o que acha a respeito da pirataria? Comente a respeito!

22420

 
Continuar Leitura

Tags:Tags:

Faça a busca por notícias

 


Este website foi projetado para ser completamente acessível e usável, trabalhando em conformidade com as Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG v1.0).

Se houver qualquer coisa (ocorrência) neste site relacionado a acessibilidade ou a validação que não estiver de acordo com os padrões, por favor entre em contato.