Top30 Os melhores sites da Internet

 

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘doença’

Tópicos recentes

Câncer de Laringe: Mesma doença que atinge ex-presidente Lula está associada ao cigarro

O câncer é uma das enfermidades que mais ataca a população mundial e por muita das vezes, por ser uma grande causadora dos óbitos, quando detectado em estágio avançado, causa grande aflição ao paciente, como também a família e amigos. Mas com o avanço da medicina, existem grandes chances de cura, principalmente quando diagnosticado precocemente.

O câncer de laringe, detectado no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atinge cinco homens para cada mulher. Só no Brasil, 10 mil pessoas são diagnosticadas com a doença. Na grande São Paulo onde a poluição e o tempo seco predominam, o câncer de laringe é mais decorrente, chegando a ser três vezes maior que a média mundial.

O risco do câncer de laringe é 5 vezes maior para quem é adepto do cigarro (qualquer tipo de tabaco), aumentando mais ainda, entre 8 e 11 vezes, para fumantes de cigarro industrializado, de palha ou cachimbo. No câncer de laringe, 90% dos pacientes possuem histórico de fumante e a bebida alcoólica colabora mais ainda para que o caso se agrave, ou seja, os dois usados simultaneamente aumentam as chances em 40 vezes. Isso se deve a redução da proteção natural da mucosa, causando assim uma propagação celular desordenada. O ex-presidente Lula fumou por décadas, recentemente que parou com o vício.

O cigarro possui aproximadamente 5 mil substâncias químicas, dentre elas, mais de 40 são cancerígenas. O uso contínuo do tabaco agride as células e, vale lembrar que mesmo os não fumantes possuem riscos. Apenas respirar continuamente a fumaça dos derivados do tabaco os sintomas de irritação nasal, oculares e da garganta já são evidentes. Inclusive os fumantes passivos podem desenvolver as mesmas doenças que os fumantes ativos, como câncer e problemas cardiovasculares.

Um sinal de alerta para o câncer de laringe é a rouquidão. Mas vale lembrar que existem pessoas roucas por natureza, portanto, existem outros agravantes para serem analisados e então iniciar uma preocupação. Especialistas recomendam que qualquer rouquidão constante, acima de 15 dias após os 50 anos de idade, seja investigada. Em casos de inflamação que está sendo tratada, a rouquidão costuma desaparecer antes desse período.

Portanto, rouquidão persistente não deve ser levada como normal, charmosa ou sexy e sim como um problema de saúde. Cuide-se!

 
Continuar Leitura

Tags:Tags: , , , , , , , , , , , ,

Brasil Dará Inicio na produção de Medicamento para o Tratamento da AIDS e Hepatite.

MedicamentoNesta quarta-feira (9) o Ministério da Saúde noticiou que o Brasil começará a produzir o medicamento tenofovir, usado no combate da AIDS, como também a todos os tipos de hepatite e que é distribuído gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS)

O medicamento é importado do laboratório americano Gilead, só a última aquisição foi de aproximadamente R$180 milhões e a previsão é que todo o medicamento dure até maio deste ano. Para os próximos meses, a nova remessa já será do laboratório brasileiro Funed (Fundação Ezequiel Dias), de Minas Gerais.

De acordo com o secretário substituto de Ciências e Tecnologia do Ministério da Saúde, Zich Moyses, a alteração do fornecedor internacional para o nacional gerará uma economia de aproximadamente R$65 milhões por ano, fazendo uma comparação da compra, somente dos anos de 2009 e 2010. A estimativa do governo é que no período de 5 anos (2009-2014), a economia seja de, aproximadamente, R$400 milhões por ano.

Para Zich Moyses, a produção feita no Brasil não apenas fará uma modificação na economia brasileira, já que tudo o que é gasto, é investido aqui e conseqüentemente gera novos empregos, mas como também forçará os outros laboratórios a diminuírem seus preços, devido à concorrência.

Atualmente 64 mil pacientes com AIDS e 1,5 mil de hepatites, fazem o uso do medicamento no Brasil.

 
Continuar Leitura

Tags:Tags: , , , , ,

Esclerose Múltipla

cerebroA esclerose múltipla é uma doença crônica de difícil diagnóstico, que atinge o sistema nervoso central, podendo comprometer os movimentos e até ser identificada com os exames elaborados pode ser confundida com outras enfermidades.

A esclerose múltipla compromete os neurônios, os quais são células do cérebro e cordão espinhal, na qual carregam informações, criando então o nosso raciocínio e percepção. Dessa forma, permitindo assim que o comandante do nosso corpo (cérebro) controle nosso corpo. Em volta dos neurônios existe uma camada de gordura que protege e os auxiliam a levar os sinais elétricos. Mas o individuo com a esclerose múltipla isso não será mais possível, pois a doença causa uma destruição gradativa dessa camada e a separação dos neurônios em pedaços pelo cérebro e coluna espinhal, ocasionando diversos sintomas dependendo de quais sinais foram obstruídos pela doença.

EscleroseSintomas esses que podem ser vários, desde o amortecimento das mãos e dos pés, como também problemas na fala, visão, falta de equilíbrio, ou seja, a esclerose múltipla afeta a coordenação motora.

A esclerose múltipla atinge principalmente os jovens entre os 20 e 30 anos, pessoas brancas e mulheres. De acordo com estatísticas é quase três mulheres para um homem com a doença. As causas da doença ainda são desconhecidas pela ciência e infelizmente ainda não existe cura. A doença não é hereditária, segundo especialistas a família é que tem essa predisposição por apresentar maior tendência a inflamações. Pesquisadores suspeitam que a doença resulte do ataque do sistema imunológico do individuo ao sistema nervoso, sendo assim classificada com uma doença auto-imune.

O tratamento adequado ajuda os pacientes a manterem a qualidade de vida, mas o diagnostico precoce é fundamental para evitar seqüelas. Esse tratamento da esclerose múltipla é caro, mas os remédios são subsidiados pelo governo federal e impedem que os danos ao organismo sejam irreversíveis. O tratamento adequado não interrompe 100%, mas reduz a atividade inflamatória em 50% e até 60%, o que permite um equilíbrio da doença com o portador. Para então a pessoa ter uma vida normal, trabalhar profissionalmente, ter um desenvolvimento social e ter um relacionamento familiar adequado.

 
Continuar Leitura

Tags:Tags: , , , , , ,

Faça a busca por notícias

 


Este website foi projetado para ser completamente acessível e usável, trabalhando em conformidade com as Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG v1.0).

Se houver qualquer coisa (ocorrência) neste site relacionado a acessibilidade ou a validação que não estiver de acordo com os padrões, por favor entre em contato.